A cura pode estar dentro d’ água

Pacientes com fibromialgia sentem alívio das dores na fisioterapia aquática

Por Raissa Nascimento

Fibromialgia. Afeta principalmente mulheres na fase produtiva, dos 40 aos 60 anos. A doença possui um conjunto de sintomas que se repetem na grande maioria dos pacientes como fortes dores musculares, distúrbio do sono e sensação de inchaço nas articulações. Para diagnosticar a enfermidade ainda não existe exame laboratorial, então é preciso fazer um exame clínico minucioso a partir dos sintomas relatados pelo paciente.

1b

Silvana Maria Oliveira de Moraes, com apenas 48 anos, sofria constantemente de dores musculares muito fortes que a impossibilitavam de realizar pequenas tarefas do seu dia-a-dia, como cuidar da casa e dos seus filhos. “Eu achava que era falta de uma atividade física, então comecei a fazer uma caminhada, mas não melhorei. Então, tentei a massoterapia e pilates, porém a dor continuava. Foi neste tempo que a médica deu o diagnóstico: fibromialgia e me indicou a fisioterapia aquática”, conta Silvana. Com apenas um mês frequentado diariamente a piscina, Silvana já consegue sentir os resultados positivos em sua vida fora d’ água. “As dores diminuíram muito. Já consigo trabalhar”, comemora.

2_1

A fisioterapeuta aquática responsável pelo tratamento de Silvana na Clínica Rogério Antunes, na unidade de Boa Viagem, Isaura Muniz, de 38 anos, afirma que a água morna na temperatura de 33ºC ajuda no relaxamento do corpo, promove uma maior circulação sanguínea e oxigenação muscular, o que reflete na diminuição das dores do paciente com fibromialgia. “Quando o paciente está em crise aplicamos técnicas de relaxamento em flutuação, após esse período trabalhamos com exercícios suaves, com pouca repetição e velocidade”, explica a fisioterapeuta.

4

Na opinião de Isaura Muniz o primeiro passo para a melhoria em pacientes que possuem fibromialgia é se conscientizar que a doença é crônica, não degenerativa, não é evolutiva, mas é sistêmica. “Como é uma doença multifatorial, então o tratamento tem que ser multidisciplinar com um médico reumatologista, um fisioterapeuta e psicólogo. Atrelado a isso o paciente tem que ter mudanças comportamentais e de hábitos para poder obter o sucesso no tratamento”, pontua Isaura.

Conheça os sinais e sintomas da Fibromialgia:

  • Dores musculares difusas (dor generalizada pelo corpo por, pelo menos, três meses);
  • Distúrbio do sono (o paciente já acorda cansado, sono não-restaurador);
  • Fadiga, cansaço, perda de energia e diminuição da resistência a exercícios físicos;
  • Formigamento e dormência nos braços, pernas, rosto e, sobretudo, nas mãos e pés;
  • Depressão, ansiedade e irritabilidade;
  • Cefaleia;
  • Sensação de inchaço nas articulações;
  • Rigidez muscular;
  • Desconforto diante das mudanças
  • Síndrome do Cólon irritável;
  • Dismenorreia;
  • Disúria;
  • Infecção urinária. 

Serviço:

Clínica Rogério Antunes – (81) 3342-3800 / (81) 9726-0246

2 Responses

  1. admin
    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Praesent vestibulum molestie lacus. Aenean non ummy hendrerit mauris. Phasellus porta. Fusce suscipit varius mi. Cum sociis sere natoque penati bus et magnis dis. Lorem ipsum dolor. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit lorem. Praesent vestibulum molestie lacus. Aenean nonummy hendrerit mauris.
  2. admin
    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Praesent vestibulum molestie lacus. Aenean non ummy hendrerit mauris. Phasellus porta. Fusce suscipit varius mi. Cum sociis sere natoque penati bus et magnis dis. Lorem ipsum dolor. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit lorem. Praesent vestibulum molestie lacus. Aenean nonummy hendrerit mauris.

Leave a comment

You must be Logged in to post a comment.

?> ?> ?> ?> ?> ?> ?> ?> ?> ?> ?> ?>